quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Nova descoberta no combate da Dengue

O tema é engraçado, mas o assunto é muito sério... 
Recebi uma apresentação que falava sobre desses novos estudos, e como aqui em Portugal foi notícia a dias atras casos de Dengue na Ilha da Madeira, achei por bem postarmos sobre isso.
No interior de São paulo onde nasci, aprendemos a combater esse mosquito desde cedo na vida, mas agora  
com essa nova pesquisa desenvolvida em torno da borra do café achei bastante interessante.
A borra do café serve também como adubo natural, sendo assim semear ente as Bromélias essa borra, fará com que em cada chuva, ou a rega o pó se entrenhe mais entre as piscinas naturais que essa planta forma e que favorece os ovos do mosquito Aedes aegypti (aēdēs do grego “odioso” e ægypti do latim “do Egipto”). 
O que também será benéfico para a planta. Ao espalhar pelo solo borra de café, tanto estará ajudando erradicar a Dengue como adubando o solo.



O pó usado para coar o café, é algo que normalmente jogamos no lixo...Quem diria que seria um aliado para combater a Dengue? Ao invés de colocar apenas areia nos pratinhos das plantas, nos pneus velhos, nas Bromélias e onde mais juntar água; coloque borra de café também. Sabemos que muitas receitas caseiras não passam de ficção. Não posso dar certeza absoluta de um tema que ainda está em estudos, mas de qualquer maneira a borra de café, segundo essas pesquisas consegue matar a larva ou impedir os ovos de eclodirem; porém os insectos adultos terão de continuar a serem combatidos com insecticida.

É importante lembrar também que os ovos do infeliz são muito resistentes! 
Pesquisas comprovaram que os ovinhos podem ficar ressecados por um ano e se nesse período forem molhados, os filhotes do mosquito podem vir a nascer... Não é motivo de brincadeira ou de descuido! Não basta eliminar em nossas casas os possíveis "ninhos" de Dengue. Se os terrenos baldios não forem limpos, se cada tampa de latas ou vidros ou pedaços de plástico que se encurvam fazendo pequenos reservatórios para água da chuva. Para que o Aedes se reproduza, basta que a água esteja parada, seja limpa ou suja. 
Está sendo testada também uma técnica que consiste em soltar no ambiente mosquitos estéreis para que a espécie seja extinta em poucos anos, como aconteceu com uma espécie de mosca no Estados Unidos. Falamos nisso num próximo post.


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Vantagens em viver no campo



São muitas as vantagens de viver no campo
Chegar a casa, depois de um longo dia de trabalho, trocar de roupa e de calçado, e dar um passeio pelo campo, sem o barulho do trânsito e respirar o ar puro da natureza.


Fazer uma horta, o prazer de ir ao "supermercado" natural, colher umas laranjas, umas alfaces ou umas couves.
Passear com os cães, sem correr o risco de serem atropelados. Deixar seus gatinhos soltos subindo pelas árvores...




Fazer churrascos e usufruir de um belo terraço, ao ar livre.
Ter o padeiro, o peixeiro, o vendedor de fruta, etc, a vender à porta.
Trocar com os vizinhos simpáticos todos os dias os produtos que eles e nós cultivamos
No campo tudo é feito de uma maneira mais pessoal, o aconchego do fogão de lenha, o pão caseiro... O canto do galo que nos acorda, e os grilos que nos ajudam a dormir! 


Eu não trocaria isso por nada, tão bom sentir o cheiro de terra...De ouvir o silencio da noite cheio de sons!



quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Ocicat uma fera doce



Ocicat é uma raça de gato que se assemelha a um gato selvagem. Ele é chamado assim por sua semelhança com a jaguatirica . A raça foi criada a partir de siameses e Abyssinian.









Mais tarde, Shorthairs americanos (tabbies prata) foram adicionados à mistura e deu a sua raça cor prata, estrutura óssea e marcas distintas.







O criador do primeiro Ocicats foi Virginia Daly , de Berkley, Michigan , que tentou reproduzir uma Siamês e Abyssinian pontas em 1964. A primeira geração de filhotes apareceram Abissínia, mas o resultado na segunda geração não foi apenas o Siamês e Abyssinian pontas, mas um gatinho manchado, Tonga, apelidado de um "ocicat 'pela filha do criador. Tonga foi castrado e vendido como um animal de estimação, mas outros cruzamentos  de seus pais foram  produzindo gatinhos mais manchados, e se tornou a base de um programa separado de reprodução Ocicat. Outros criadores juntaram-se e usaram a mesma receita, Siamês e a Abissínia, e prole de siameses. 






Hoje, o Ocicat é encontrado em todo o mundo, popular por seu temperamento todo-interno, mas aparência selvagem.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

O Gigante Gentil




Não é segredo para ninguém que me conhece o quanto sou apaixonada por gatos, mas nos próximos posts não vamos falar só de gatos comuns, mas sim dos impressionantes e raros.
Os Maine Coon  são os maravilhosos Gatos gigantes!


Maine Coon é a mais antiga ra de gato nativo americano de pelo longo,além de ser a maior de todas as raças de gato. Foi reconhecida como raça oficial no estado norte-americano do Maine, onde era famoso pela sua capacidade de caçar ratos e de tolerar climas rigorosos. Também por ser meigo e calmo é conhecido como "o gigante gentil".


                                                                              Origem
Nos séculos XVII e XVI, gatos domésticos trazidos da Europa confrontaram os invernos severos da Nova Inglaterra onde, por seleção natural, apenas os gatos mais fortes e adaptáveis sobreviveram. Desta forma, o Maine Coon desenvolveu-se num gato grande e rústico, com uma pelagem grossa e resistente a água, bem como uma constituição forte.

A origem da raça e seu nome tem várias, por vezes fantásticas histórias explicativas. Uma delas conta que um gato doméstico solto nas florestas do Maine cruzou-se com um guaxinim, resultando em uma ninhada com as características do Maine Coon. Apesar de isto ser biologicamente impossível, esta história, alimentada pela cauda cheia e a coloração similar a do guaxinim pode ter levado a adoção do nome 'Maine Coon'. Outra história é de ter sido o gato ter ganho tal nome em homenagem a um capitão de navio chamado Coon que teria sido o responsável pela chegada do mesmo ao litoral do Maine.


Não obstante tais histórias, a maioria dos criadores hoje em dia acredita que a raça tenha se originado em cruzamentos entre gatos de pelo curto nativos e europeus de pelo longo, provavelmente Angorás.


Não são gatos obesos, e sim mesmo uma raça gigante... Mais fofo do que isso são os filhotes!
Olhem que delicinha!!


 Aos Amantes dos gatos aguardem o próximo post que será sobre outra raça espantosa os 

Ocicat 



terça-feira, 14 de agosto de 2012

PAPO CABEÇA







 Durante essa pesquisa fui encontrando algumas coisas mesmo interessantes sobre o Canadá, tanto que é meu lugar eleito para as próximas férias...
 Vou tentar confirmar tudo o que li e depois conto para meus leitores! Abaixo estão alistados alguns pontos que achei legal salientar, mas descobri muita coisa sobre o Canadá que não está aqui. Fica para um próximo Papo Cabeça.


(Olha que interessante)
Há muito a folha de bordo (Maple tree  Ácer ) está associada ao Canadá: em 1868 ela aparecia nos emblemas das províncias de Ontário e Quebec e, em ambas as guerras mundiais, aparecia nos emblemas militares do país.


(Olha que interessante)





Os Esquimós não gostam de ser chamados assim, por comerem carne crua essa palavra parece significar "canibal". Eles são agora chamados de Inuits. 
O animal símbolo do Canada é o Beaver. Em português ele se chama Castor; o esporte mais popular do Canada é o Hockey no gelo. Depois o Basebol, esqui e patinação no gelo.
As cores oficiais das forças armadas Candenses são vermelho e branco.
(Olha que interessante)
Cuspir na rua ou em púplico, não é aceitável.
(Olha que interessante)
Pedestres que não respeitam sinalização de trânsito, é multado.
Fumar não permitido em edifícios públicos, elevadores, na maioria das companhias áreas canadenses e ônibus. Também na maioria dos bancos, restaurantes ou lugares públicos.
(Olha que interessante)
Jogar papel no chão (na rua) é proibido!
(Olha que interessante)
Amamentar criança com leite materno não é bem visto se os seios ficarem expostos ao público.
(Olha que interessante)
Chegar atrasado nos compromissos é considerado ofensa grave.
Isso (abaixo) é o que o mínimo da boa educação exige e o interessante é que no Canadá levam mesmo muito a sério.
Sempre visite a casa de alguém se for convidado. Sempre "ligue" antes para a pessoa que pretenda visitar. NUNCA visite uma pessoa sem avisa-la antes.
(Olha que interessante)
Buzinar por qualquer motivo é sinal de ofensa grave.
Com dezesseis anos pode-se tirar carteira de motorista.
(Olha que interessante)
O Canadense não tem carteira de trabalho e nem de identidade. A carteira de habilitação funciona como carteira de identidade, pois nela contém todas as informações sobre o cidadão. o Cartão do Social Insurance (seguro social) serve para identificar os trabalhadores. Mas não consta nada sobre os lugares que o cidadão já trabalhou. Uma carta de referência na hora de procurar um emprego é extremamente importante, uma vez que não tem outra maneira de provar suas experiências profissionais.
(Olha que estranho)
Usa-se cartões comemorativos para tudo, aniversário, casamento, falecimento, formatura, dia dos namorados, batizado,  Natal etc. Geralmente, nesta datas é indispensável o envio de um cartão.
(Olha que interessante)
Se o motorista percebe ou se você fazer um sinal com o braço direito indicando que deseja atravessar a rua, os motoristas param o carro para o pedestre atravessar. 
(Olha que interessante)
Não importa se para isso ele tenha que parar o trânsito inteiro atrás dele. 
(Interessantíssimo) Esta atitude se aprende na escola primária.
(Legal isso não é?)
As ligações telefônicas locais não são cobradas, pois se paga uma taxa fixa por mês. 
Em Alberta pela companhia Tellus custa $37.00 dolares. 
Apenas em telefones públicos que é cobrado 35 centavos por ligação.
(Olha que interessante)
Os bancos abrem aos sábados na maioria das províncias.
É considerado maior de idade aos dezoito anos para ambos os sexos.
(Olha que interessante)
Beijos apaixonados na boca em lugares públicos, é considerado uma grande falta de educação.
Bebidas alcoólicas e cigarros só são vendidos para maiores de 18 ou 19 anos, depente da região. Esta lei é seguida a risca! 
(Olha que interessante) 
As bebidas alcoolícas são vendidas em lojas especializadas. Não se encontra cerveja (por exemplo) nos supermercados.
(Olha que interessante)
97% dos Canadenses são alfabetizados.
(Olha que interessanteeeeeee) Isso porque a educação é uma prioridade assim como a saúde.
O governo paga aproximadamente um sálario de $800 dólares, para quem perde o emprego até que se encontre outro.
(Olha que interessante)
Agora olhem quando falamos em Canadá, o que entre outros lugares maravilhosos estamos falando...



Isso é só para petiscarem, vamos todos de mala pronta passar um inverno muiiito frio no Canadá, pensou que delícia?
Espero que tenham gostado de tudo especialmente das curiosidades!
Até o próximo Papo Cabeça

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Arroz Selvagem e Bifes de Peru




O Arroz que usei nessa receita é uma mistura com arroz selvagem e estufado, já vem assim na embalagem
e estão na categoria de Sabores Exóticos.
Esse Arroz Selvagem preto do Canadá cresce na zona dos Grandes lagos e os índios chamaram-lhe de
"Comida de Deus"
De alto teor nutritivo:Rico em proteínas, potássio, fósforo e vitaminas do complexo B e de baixo valor calórico. O arroz selvagem é a semente de uma gramínea aquática, e portanto, na realidade não é arroz. Os grãos são escuros, possui um sabor adocicado, ele é considerado o "caviar" da espécie, tanto pelo preço, como pela sofisticação.





O arroz preparei exatamente como nós brasileiros preparamos nosso arroz, refogamos em óleo, cebola e alho. E em seguida colocamos agua e deixamos cozer.
O molho para os bifinhos é mesmo apenas tomates em cubos e cebola cortada em fatias mais grossas, isso é cozido depois no molhinho deixado na frigideira dos bifinhos, que foram previamente temperados com alho, cebolinha e sal.





Após a preparação do molho espalhe em cima dos bifinhos e é só servir como acompanhamento  arroz.





E a sobremesa que não pode faltar aqui em casa!



Sabores do Monte
Doce de Abóbora com Pinhão
Regionais e deliciosos




segunda-feira, 9 de julho de 2012

Arca Doce na Parede





 Tão bom sentar em uma pastelaria cheia de coisas boas, tomar um chá, uma meia de leite, um café... Com queques que são bolinhos quentinhos e maravilhosos...  Parabéns ao pessoal da pastelaria Arca Doce na Parede, vale a pena visitar!





Uma das pastelarias eleita por mim, simplesmente amoooo os seus queques,  são muito especiais...
O atendimento é maravilhoso, a Fernanda e todo o pessoal estão sempre por lá para nos receber com carinho!!


                                               Elsa e Fernanda






Meu marido admirando a decoração da Pastelaria