quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Doce que tem historia

CAMAFEUS

Era uma vez uma menininha muito pobre, que passava todos os dias em frente a uma padaria na ida a escola...Muitas vezes parava para olhar as vitrines e ficava imaginando o gosto de cada doce dali.


De todos um chamava mais sua atenção, o Camafeu um docinho delicado com um pedacinho de noz em cima. 



Era talvez o mais caro, mas com certeza o mais bonito de todos, seu nome fazia justiça a sua delicadeza. 

Um desses dias em que o sol brilha um pouco mais, os pássaros cantam um bocadinho mais alto. 
Um desses dias em que tudo parece dar incrivelmente certo, uma coleguinha lhe oferece metade de um camafeu para provar... 
A menininha provou devagar, sentiu a casquinha partir-se suavemente e o doce explodiu em sua boca em um sabor desconhecido mas muito saboroso, e pronto estava eleito seu doce elegante preferido. 
O camafeu foi em muitos e muitos anos um sonho...A menininha cresceu, esqueceu esse primeiro amor e não voltou a comer o doce. Até descobrir a receita a alguns dias... 
Pasmem, muitos anos depois... A menininha fez hoje seus primeiros camafeus, pode não ter ficado perfeito, mas confesso...Os docinhos continuam deliciosos
Aqui estão meus primeiros Camafeus,
                                       
 Apesar de serem de nozes, tive que colocar em cima avelã...kkkkkk Esqueci de guardar algumas nozes para o acabamento, ops!